segunda-feira, 21 de maio de 2012


A mulher velha é igual à árvore; não há nela um final, nenhuma súbita sensação de plenitude, mas sim uma grandiosidade de raízes e ramos e, com os cuidados adequados, muitas flores.

Clarissa Pinkola Estés

Nenhum comentário: